Duplo Fuzileiro - Manifesto Cerebral (prod Vee) [Promo]



Artista: Duplo Fuzzileiro
Tema: Manifesto cerebral
Produtor: Vee
Álbum: Desbloqueando o potencial humano
FREE DOWNLOAD




LETRA


Estrofe 1

Tudo começa, quando o cérebro processa
Um monte de dados que entra nesta cabeça
Pela audição, pela visão ate pelo tacto
E muita das vezes eu capto pelo olfacto
E eu sempre me orgulho pelo facto
De estar no mundo e manter este contacto
Pela arte que faz parte do meu combate
Em prol da cultura, eu me mantenho forte,
Aos que gostam, thanks pelo suporte,
Estou no combate pela arte sim ate a morte,
Verdadeiro herdeiro do 2pac e Sean Price
Duplo fuzileiro, o emcee sem price
Seja na pintura, na escultura ou na arquitectura,
O verdadeiro artista expressa sua cultura
Para quem procura, sim, nós temos a cura,
Alivia o teu tormento e minimiza o sofrimento


Coro_2X
“eh pela arte”, sim que eu me expresso,
Quando eu tenho aqui os meus pecados eu confesso
“e na arte” eu estou submerso
Todo sentimento eu descrevo nestes versos

Estrofe 2
Eu adoro estar, em conexão com este ritmo,
Eh algo que me da satisfação no meu intimo
Vida eh teatro e este eh o meu papel,
Estar sempre grudado com a caneta e o papel
Expressando o que eu sinto e descrevendo o que eu vejo
Através da arte expressando o meu desejo,
Desta forma eufórica com rimas metafóricas,
Nesta pura manifestação folclórica
Osca o que eu digo, tu, sim tu
Saberias me entender se soubesses o que eu sinto
Quando estou, quando estou a unir versos,
Estou a tentar conectar a tua mente ao universo
Detectar e te mostrar, o caminho para o sucesso
E deletar se existir alguns espinhos no processo
Com a musica, eu firmei este pacto,
Apesar dos pesares eu mantenho me intacto

Coro

Estrofe 3
Neste mundo tão cruel eu pego no meu papel
E mostro que sou fiel.”Eu abraço a minha arte”
Eu capto a informação transformo em emoção
Nesta manifestação,”eu faço a minha parte”
Eu sigo em frente firmemente sim com a minha mente
Consciente que a intenção não ew agradar a toda gente
Isto eh apenas, um manifesto cerebral
Ritmos de limpompo com Vulcão na instrumental
Coro
“eh pela arte”, sim que eu me expresso,
Quando eu tenho aqui os meus pecados eu confesso
“e na arte” eu estou submerso
Todo sentimento eu descrevo nestes versos
“eh pela arte”, sim que eu me expresso,
Quando eu tenho aqui os meus pecados eu confesso
“e na arte” eu estou submerso
Todo sentimento eu descrevo nestes versos